Notícias

ECN promovem intercâmbio entre as Comissões de Gestão

Os dias 27 e 28 de junho e 2 de julho foram os dias escolhidos pela Coordenação e pela Supervisão das Escolinhas Comunitárias do Niassa (ECN), capacitadas pelos Leigos para o Desenvolvimento, pela FEC – Fundação Fé e Cooperação e pela Diocese de Lichinga, para promover intercâmbios entre as diversas comissões de gestão das diferentes escolinhas.

Ao longo destas jornadas de três dias, as comissões dos diferentes lugares mobilizaram-se para visitar escolinhas noutras zonas do distrito de Cuamba, entre elas Cruzamento, Muheia e Murusso, dentro do projeto Othukumana II, financiado pela Misereor/Kindermissionwerk.

Com estas visitas foi possível aos membros das comissões de gestão observar a realidade de outras escolinhas, bem como a realidade local à volta das mesmas, e, seguidamente, partilharem entre si as experiências e práticas associadas à gestão global das escolinhas.

Perguntas de avaliacao no quadro preto

Trabalho em sala na Escolinha de Cruzamento

Na opinião de vários participantes a iniciativa foi “muito boa, porque permitiu conhecer outras zonas e outras escolinhas, debater e partilhar os problemas e desafios das diversas comissões, fazer e receber sugestões de melhoria para as escolinhas.”

Paulino Paissone, supervisor-geral das Escolinhas Comunitárias do Niassa e principal dinamizador do evento, refere ainda que “estas atividades fazem muito bem às comissões porque veem o trabalho umas das outras e percebem que todas as escolinhas têm problemas, alguns diferentes outros nem tanto, mas ajudam-se mutuamente a procurar soluções para os problemas.” Vaticinou também que “as comissões ganham muito com estes intercâmbios, mas agora é importante continuar com o trabalho para não se perder a informação que se ganhou e fazer o seguimento dos problemas levantados.”

A capacitação das Comissões de Gestão das ECN prosseguirá brevemente com uma nova ação de formação direcionada aos membros das referidas comissões, entre outras atividades que visam promover a autonomia e autossustentabilidade das escolinhas.

Participantes caminhando no campo copy

Visita à povoação de Muheia