Testemunhos

Agora é a Hora

De dizer obrigada…

Chego agora à reta final deste tempo “bengalense”, sentindo uma certa estranheza por não perceber muito bem o que aí vem agora e por já estar habituada a ter uma agenda cheia de encontros e conversas e momentos preciosos com pessoas que só pertencem aqui, a este lugar quase sagrado.

Continuar...

Casa da Esperança

Se a minha missão fosse um jogo e eu tivesse ido parar à “Casa da Esperança” o cartão correspondente seria: “Estás com sorte! Chegaste à melhor casa do jogo! Ficarás aqui um ano. Esta casa ajudar-te-á nas alegrias, nas surpresas e nos desafios que estão reservados para ti. Confia!”

Continuar...

Histórias que contam histórias

Um dos projetos que me foi confiado durante este ano de missão foi contar a história do Bairro da Boa Morte (o “Bairro”) através da história de vida de alguns dos seus moradores. Com a intenção de, por um lado, potenciar o espírito comunitário e identidade do Bairro junto da comunidade local e, por outro lado, promover o mesmo fora deste, pretendendo-se criar uma exposição itinerante das histórias recolhidas, que possa ser apresentada não só no Bairro, mas também em diversos locais da cidade.

Continuar...

De onde nasce a competência?

670 dias! Nem mais, nem menos. 670 dias de África, 670 dias de crescimento, 670 dias de gratidão. 670 dias passados desde que deixei a minha amada e saudosa pátria portuguesa, mas na companhia de povo e gente que me faz sentir que nunca saí de casa.

Continuar...

Pela janela do GAIVA

O GAIVA (Gabinete de Apoio à Inserção na Vida Ativa), está situado no CJG (Centro Juvenil da Graça), mesmo à entrada no bairro, local de passagem de muita gente. Aí, onde passo grande parte de muitos dos meus dias há uma janela com vista privilegiada.

Continuar...

Ai, ai, ai, Pia, Pia

As marchas populares são também um grande momento do ano aqui na outra Margem! As pessoas juntam-se no bairro e ensaiam a coreografia, preparam arcos e adereços e todos lutam pelo primeiro prémio!

Continuar...