Testemunhos

"Nós"

Quando vim para Moçambique, em dezembro passado, sabia que por um lado viria dar continuidade à parceria entre os Leigos para o Desenvolvimento e a UCM-FAGRI e por outro lado viria ajudar na dinamização da Pastoral Universitária (PU) desta faculdade. É sobre esta pastoral que hoje vos escrevo.

Continuar...

Gratidão

Lembro-me do dia em que cheguei a São Tomé. Do calor que senti quando me aproximei da porta para sair do avião, do coração apertado pelos que ficaram à minha espera, de ter sido recebida com a dança do quadradinho (dança criada durante a formação por alguns formandos) e da felicidade por estar a realizar o meu sonho de criança.

Continuar...

Entre aqueles que deixei e os que ficam

Dez meses já passaram e dois meses faltam passar. À medida que escrevo esta frase, sinto um arrepio a invadir o meu corpo. Até agora a saudade era apenas por aqueles que deixei, mas neste momento divide-se por aqueles que ficam. À medida que o tempo vai passando, realizo a perda, sem ainda a ter perdido e interrogo-me que sentimento é este.

Continuar...

Sonhar mais alto, em São Tomé

Hoje vou falar-vos de quem vos falei pela primeira vez. Daquele grupo de pessoas que decidiu arriscar e apostar em algo que prometia melhorar de alguma forma as suas vidas. Naquele dia saíram de casa rumo ao desconhecido, ao encontro de uma “branca” que naquela altura pouco conhecia de São Tomé, mas que se disponibilizava a estar com eles. O que teria eu para lhes dar?

Continuar...

Mudar realidades…

Mais um dia começa no Centro Juvenil da Graça!

Chegada ao bairro e antes de entrar no gabinete de apoio à inserção na vida activa (GAIVA), ainda há tempo para tirar uma fotografia a um grupo de crianças que estão sentadas no chão a jogar ao loto.

Continuar...

Viver em Comunidade

Ao longo destes meses tenho vindo a compreender o mistério e graça da vida comunitária. Sinto que é uma experiência contínua, desafiante e surpreendente. Nem sempre é fácil, nem sempre é difícil. Existem os maus momentos, momentos em que alguém se irrita, alguém discute, alguém fica triste e chora. Mas também existem bons momentos.

Continuar...