Testemunhos

Despedida, partida, regresso...

Parece que foi ontem que estava eu no aeroporto de Lisboa a despedir-me da minha mãe e de três amigas. Parece que foi ontem que aterrei em São Tomé e conheci a Baía Ana Chaves. Parece que foi ontem que assisti às despedidas dos que regressavam a Portugal. Um ano se passou, e agora sou toda eu essa despedida.

Continuar...

Ser (in)útil

A minha expectativa de quando cheguei a Cuamba era que o projeto das Escolinhas Comunitárias do Niassa (ECN) estaria a funcionar muito autonomamente. No entanto, apercebi-me rapidamente que não.

Continuar...

Profissão? Tratorista!

Vim para Benguela, para o bairro da Graça, com uma missão muito concreta: aumentar o número de mulheres a beneficiar do projeto “Epongoloko Lyukãy”.

Continuar...

Mãe e filha

História do tempo, de outro e deste tempo...
Houve um tempo em que fui pequenina, adormecia e desejava que o meu sono levasse a noite e a manhã logo chegasse. Corria feliz, porque das janelas chegava a luz e a rua esperava por mim. O sol, esse grande e caloroso amigo, abraçava-me e eu retribuía em mil danças e brincadeiras! Agora já não sou mais menina, fiquei grande, tão grande que achei que agora tinha dever de ser sol.

Continuar...

"Nós"

Quando vim para Moçambique, em dezembro passado, sabia que por um lado viria dar continuidade à parceria entre os Leigos para o Desenvolvimento e a UCM-FAGRI e por outro lado viria ajudar na dinamização da Pastoral Universitária (PU) desta faculdade. É sobre esta pastoral que hoje vos escrevo.

Continuar...

Gratidão

Lembro-me do dia em que cheguei a São Tomé. Do calor que senti quando me aproximei da porta para sair do avião, do coração apertado pelos que ficaram à minha espera, de ter sido recebida com a dança do quadradinho (dança criada durante a formação por alguns formandos) e da felicidade por estar a realizar o meu sonho de criança.

Continuar...