Testemunhos

Estou aqui para amar

As pessoas que habitam este fascinante país espanta(ra)m-me com a sua graciosa bondade e os seus modos gentis. Ainda hoje vejo, de olhos escancarados, como vacas, cabras e galinhas passeiam em liberdade pelas vilas e aldeias enquanto as crianças curiosas deambulam por entre as cabanas e lojas improvisadas (como os pequenos comércios que vendem bebidas enlatadas, alguidares de zinco ou crédito para telemóveis).

Continuar...

A alegria das vitórias

“Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. (…) Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.”

Continuar...

As 10 Garantias

Quando se parte na sua missão (e.g. missão pelos Leigos para o Desenvolvimento), acima de tudo um missionário parte com uma lista de inegociáveis, uma lista de responsabilidades altíssimas, que até nos custa aprender a sua importância e peso. Ora falo dos 10 mandamentos, principalmente daqueles dois que nos desafiam a deixarmos de ser ‘o’ ou ‘a’ e passarmos a ser ‘Dele’.

Continuar...

Pontes em Missão

Uma imagem marca e traduz o início da minha Missão: Pontes. Esses primeiros tempos foram marcados pelas várias pessoas, grupos, movimentos e outras entidades que me foram apresentados, e pelos conselhos experientes, deixados por aqueles que entregavam nas minhas mãos este projeto, de como ligados todos estes “pontos” poderiam juntos trabalhar em prol do desenvolvimento.

Continuar...

O trabalho que não se vê

Quando utilizamos um telefone, um telemóvel ou computador algo incrível pode acontecer. Marcar uma reunião, saber uma novidade, obter uma resposta que precisamos, escrever uma mensagem de correio eletrónico, um relatório, testemunhos, entre outros. Estas ferramentas tornaram-se quase indispensáveis, e tanto nos podem ajudar, fazem parte do nosso dia-a-dia. Antes, durante e depois de se realizar uma atividade, uma reunião, um projeto, entre outros, existe todo o trabalho de “escritório” que tem de acontecer, literalmente sentados em frente a um computador ausentamo-nos do terreno, dos nossos locais físicos de trabalho/missão, muitas vezes não identificado ou compreendido pelas comunidades com quem trabalhamos, que gostavam de nos ter sempre perto, e nós também!

Continuar...

Enviados a amar, por amor

Ser missionário é fazer a vontade do Pai de forma contínua e sincera. Parti em missão com a certeza de que Ele me pedia aquilo que a todos pede, de uma forma muito natural e sem pressão: amar. Foi sob este lema que me disponibilizei para estar ao serviço e ser enviado.

Continuar...